br 367 Destaque Últimas Notícias Variedades

BR 367 – Asfaltamento dos Trechos Virgem da Lapa X Minas Novas e Jacinto x Salto da Divisa, Aguardam liberação Ambiental

É isso mesmo, até hoje estamos esperando a liberação ambiental para dar início a ordem de serviço  de pavimentação em 2 trechos da BR 367: No que vai de Virgem da Lapa, passa por Berilo, Chapada do Norte e Minas Novas e o que vai de Jacinto até Salto da Divisa.

Trecho Salto da Divisa X Jacinto, que nunca teve asfalto e esta aguardando também a liberação dos
Órgãos Ambientais

Ou seja, estão sendo avaliados pelos órgão Ambientais do Estado de Minas Gerais, os 2 projetos de pavimentação, nestes 2 trechos. Mas isso já se extende há longos meses e até o momento ninguém respondeu que dia sai a resposta definitiva que é muito simples: Esta Liberado para a Obra ou Precisa de Ajustes; se precisar de ajustes terão que dizer, quais ajustes são necessários. Mas eles não dizem nem que sim e nem que não… ficamos só aguardando, a boa vontade do pessoal em analisarem esta documentação.

Sendo que a População poderia começar a perguntar diretamente ao Secretário de Meio Ambiente de Minas Gerais, o que falta para analisarem toda a documentação, sendo que os contatos dele e de sua Chefe de Gabinete são:

SECRETÁRIO: Jairo José Isaac
Tel: (31) 3915-1905 – 3228-7834
E-mail: [email protected]

Chefe de Gabinete: Daniela Diniz Faria
Tel: (31) 3915-1902
E-mail: [email protected]

Trecho Virgem da Lapa X Berilo, a erosão é tanta que no Sol tem muita Poeira e na Chuva muita lama

O pior destes 2 trechos é o Virgem da Lapa X Berilo X Chapada do Norte X Minas Novas, um trecho que é uma guerra tão difícil dar manutenção, que tal missão foi delegada ao Exército Brasileiro. Mas as Forças armadas não fazem milagre e não adianta bombardear esta pista, para vencer esta guerra contra o descaso público que já dura mais de 50 anos.

o Exército Brasileiro, é Força Armada e não Santo para Fazer Milagre e deixar uma estrada que é um LIXO boa. Vide que eles trabalham, trabalham e trabalham, mas é tão ruim este trecho que depois de uma semana esta tudo ruim de novo. Foto do Exército após reconstruir mais uma ponte de Madeira em Berilo (ponte=Ribeirão Gangorras)

É necessário pavimentar, asfaltar, reestruturar esta via, para que seja chamada de BR, porque hoje mais parece uma trilha. Sendo que o Exercito patrolou(passou máquinas para arrumar) e cascalhou os piores trechos de Minas Novas até Virgem da Lapa, isso não tem nem uma semana, mas já esta ruim de novo. Ou seja, é como enxugar gelo, fazer manutenção nesta pista. Hoje, se arruma amanha já esta uma porcaria… isso porque o nível de erosão do solo alcançou um nível alarmante, de decomposição devido a erosão. O que acontece é o seguinte:

ESTE TRECHO DA BR 367 NÃO SUPORTA MAIS PATROLAMENTO, porque o seu ponto de erosão esta saturado. Isso porque a granulometria( “A Granulometria ou Análise Granulométrica dos solos é um estudo da distribuição das dimensões dos grãos de um solo”), deste tipo de solo esta totalmente saturada devido a erosão (exposição sol, chuva, etc.), atrito dos pneus e distribuição do peso do veículo no solo (causa micro-rachaduras no solo, que penetra água e decompõe ainda mais o solo que esta debaixo do solo de superfície (cm abaixo do “piso”).
O chão/piso/superfície da estrada não suporta mais patrolamento, devido ao seu ponto de erosão estar em grau máximo de saturação, vide a granulometria do solo estar em ponto de ARGILA/BARRO/SALITRE, densidade d ≤ 0,002, ou pior… Ou seja, mesmo que patrolar e cascalhar, choveu, JÁ ERA O SERVIÇO, porque a terra quando chove vira LAMA e a lama não é patrolável e se não chover, o solo esta tão frágil que se decompõe rapidamente, formando verdadeiros BOLSÕES de poeira, onde os veículos simplesmente caem, quando conseguem ter visibilidade para trafegar. Por isso a necessidade de forma EMERGENCIAL de pavimentação do trecho. BR 367 -TRECHO VIRGEM DA LAPA X BERILO X CHAPADA DO NORTE X MINAS NOVAS.

Apesar do DNIT se esforçar o trecho Jacinto X Salto da Divisa esta de lascar e precisam também o pavimentar. Porque depois que se faz toda a manutenção deste trecho, passa-se pouco tempo, ou chove-se um pouco e tudo fica ruim outra vez

Sendo que o Trecho Salto da Divisa X Jacinto, esta recebendo uma manutenção muito boa, mas quando chove, fica ruim, vide ser um terreno também em alto grau de decomposição devido a erosão. E a única solução, também é a pavimentação. Mas sem licença ambiental, não tem como fazer nada não. Por isso esta na hora da população se unir e começar a cobrar uma resolução dos órgãos ambientais, que devem entender que estamos sofrendo como Animais, seja na poeira, seja na lama, à depender se o tempo chove ou fica seco.

Ponte no Trecho Jacinto X Salto da Divisa, que é de madeira mas precisou receber um reforço de concreto. Precisamos é de pontes de concretos e uma pista pavimentada

Por isso não esqueçam de perguntar ao Secretário de Meio Ambiente, que dia poderemos andar em uma estrada de GENTE, que é uma BR 367, pavimentada e reestruturada.

SECRETÁRIO: Jairo José Isaac
Tel: (31) 3915-1905 – 3228-7834
E-mail: [email protected]

Chefe de Gabinete: Daniela Diniz Faria
Tel: (31) 3915-1902
E-mail: [email protected]

Sobre o Autor

Ernani J. De M.M.

Ernani J. De M.M.

Redator do Kiau Notícias e outras coisas mais

1 Comentário

  • Parabéns pela iniciativa de divulgação de notícias de interesse da população do Vale do Jequitinhonha. A informação leva conhecimento e poderá ajudar população a reivindicar suas demandas. Eu tenho muito orgulho de ser do Vale do Jequitinhonha, em especial da cidade de Araçuai, de onde saí em 1983 para cursar Técnico em Agropecuária em Salinas e depois por falta de oportunidades locais saí em busca de trabalho e outras graduacões. Hoje moro em Ipatinga-MG, a qual gosto muit, mas nunca me esqueço das minhas raízes.

Deixe um recado

error: O Conteúdo desta Matéria não pode ser Copiado sem Autorização