Cultura Destaque Últimas Notícias Variedades

Corpus Christi em Diamantina 2017 – Os Tapetes e Sua História

Corpus Christi é uma expressão do Latin e significa: O CORPO DE CRISTO, esta é uma data Católica celebrada em todo o mundo como uma forma de reverenciar o Santíssimo Sacramento, sendo inclusive obrigatório aos Católicos a participação na missa deste dia, e a realização de procissões de acordo com a recomendação de uma das “leis da Igreja”que são chamadas de Codex Iuris Canonici = Código de Direito Canônico. Esta especificamente é a Cânone 944.

Procissão pelos Tapetes criados para enfeitar as ruas

Juliana de Mont Cornillon = Juliana de Liege

Esta celebração nasceu na Europa, no século 13(XIII), por ordem do Papa Urbano IV, que recebeu em segredo a confissão da freira da Ordem de Santo Agostinho chamada Juliana de Mont Cornillon que desde os 15 anos de idade recebia visões solicitando a igreja que realizasse uma celebração em homenagem ao Santíssimo Sacramento/Eucaristia, sendo que Eucaristia é uma palavra grega ὐχαριστία , que por sua vez significa = “reconhecimento”, “ação de graças”. A Freira Juliana, que pertencia ao convento Mont Cornillon, havia tido estas visões desde 1209, mas só em 1230, ou seja 11 anos após as primeiras visões, as confessou ao Arcebispo de Liège, que se tornaria mais tarde o Papa Urbano IV. E no mesmo ano de sua confissão ao Arcebispo de Liège (cidade no país Europeu de nome Bélgica) a primeira celebração ocorreu. Mas foi só antes de morrer em 1264, que esta “festa”foi institucionalizada pelo Papa Urbano IV, que a transformou em uma celebração universal dos Católicos. Quando isso ocorreu a Santa Juliana (Santa Juliana de Mont Cornillon que foi canonizada em1599 pelo Papa Clemente VIII), já havia falecido, sendo que ela morreu em 1258 de causas naturais.

Pessoas começando a “criar”os tapetes cuja qual a procissão ira passar e consequentemente destruir. Vide que eles são feitos geralmente de tinta e serragem

Mas a história de enfeitar as ruas das cidades, nasceu mesmo no Brasil na cidade de Ouro Preto, entre os séculos XVII e XVIII, e se espalhou por todo o País, fazendo desta uma das mais “artísticas” celebrações católicas do mundo, vide que as ruas são literalmente decoradas com gravuras de passagens bíblicas (geralmente). Sendo que Diamantina, mantém esta secular tradição na cidade, sendo que a Arquidiocese de Diamantina promoveu como há séculos promove, só lembrando que o Corpus Christi é Celebrado no ARRAIAL DO TEJUCO (primeiro nome do local que viria a se tornar Diamantina), desde o século XVIII (18). Ou seja há 300 anos, temos esta celebração Católica em Diamantina.

Para Ver mais fotos Acompanhe a Página da Arquidiocese de Diamantina no Facebook:
https://www.facebook.com/CatedraldeDiamantina/

 

 

Sobre o Autor

Ernani J. De M.M.

Ernani J. De M.M.

Redator do Kiau Notícias e outras coisas mais

Deixe um recado

error: O Conteúdo desta Matéria não pode ser Copiado sem Autorização