Destaque Últimas Notícias Variedades

Conheça como foi Criado o Ano Novo, Seu Significado Histórico e de Onde Surgiu o Calendário

2017, já vai indo, sendo hoje o seu penúltimo dia! Sim, Adiós, Au Revoir, Auf Widerzhein, Tchau ano de 2017 e Bem vindo, Welcome, Wilkomen, Bienvenue 2018. Mais um ano que passa e mais um ano que vem e isso acontece desde sempre, porque o tempo é uma constante reta em direção ao futuro.

A Palavra Réveillon, é originária da palavra francesa Réveiller que significa DESPERTAR. Ou seja, O DESPERTAR PARA UM NOVO ANO. Isso significa que ao nascer de um ano novo, podemos também renascer, ou despertarmos de um sonho ou da própria realidade. O ano novo é um momento de mudança e se você for querer consultar o seu Signo para saber qual mudança deverá fazer, talvez seria melhor esquecer estas crendices e olhar apenas para dentro de você, porque é dentro do seu ser que existe a razão, o caminho e o motivo que o fará transcender.

Não adianta nada adentrarmos em um ano novo, querendo sermos novos, se ficamos acorrentados aos velhos grilhões do passado. Porque o novo precisa de liberdade e o antigo é tal como uma prisão que o priva de ir, o obrigando à ficar. Às vezes o ficar é bom, às vezes não. O ir pode ser pior do que o ficar? Sim, poderá! Mas você só saberá se começar à caminhar rumo ao desconhecido, rumo à mudança, rumo ao futuro.

Calendário Gregoriano Até hoje utilizado

Bula Papal que alterou o Calendário do Mundo Cristão em 1582

Porém, para sabermos quando é exatamente o momento de nascer um novo ano e morrer um velho, para que possamos também renascer, precisamos necessariamente de um calendário. Sendo que o calendário que temos hoje, foi criado pelo Papa Gregorio XIII que em 24 de Fevereiro de 1582 substituiu o calendário Juliano pelo Gregoriano e é o que seguimos até hoje.

O Papa Gregório XIII reuniu um grupo de especialistas para corrigir calendário juliano. O objetivo da mudança era fazer regressar o equinócio da primavera para o dia 21 de março e desfazer o erro de 10 dias existente na época. Após cinco anos de estudos, foi promulgada a bula papal Inter Gravissimas .

“Deste grupo de estudiosos participaram Christopher Clavius[5] (1538-1612) jesuíta alemão, sábio e matemático e Luigi Giglio (1510-1576) médico, filósofo, astrónomo e cronologista italiano.
A bula pontifícia também determinava regras para impressão dos calendários, com o objetivo que eles fossem mantidos íntegros e livres de falhas ou erros.

O decreto instituindo esse Calendário foi publicado em 24 de fevereiro de A diferença entre esses dois Calendários está na duração considerada do ano (365,25 dias no Juliano e 365,2425 dias no Gregoriano) e nas regras para recuperação do dia perdido, acumulado durante os anos, devido à fração de dias na duração do ano considerada..

Era proibido a todas as gráficas com ou sem intermediários de publicar ou imprimir, sem a autorização expressa da Santa Igreja Romana, o calendário ou o martirológio em conjunto ou separadamente, ou ainda de tirar proveito de qualquer forma a partir dele, sob pena de perda de contratos e de uma multa de cem ducados de ouro a ser paga à Sé Apostólica. A não observância ainda punia o infrator a pena de excomunhão latae sententiae e a outras tristezas.
Oficialmente o primeiro dia deste novo calendário foi 15 de Outubro de 1582.”

Calendário Egípcio para o Plantio

Antes do homem ter feito o calendário, há muitos milênios atrás, tivemos que começar a plantar e para plantar tivemos que aprender a saber quando são os momento do ano mais propícios para tal fim, por isso aprendemos a observar o céu e analisar as estrelas para conseguirmos entender em qual época do ano estamos e o que acontecerá neste período (inverno = vai fazer frio e as plantas devem morrer, verão = vai chover muito e fará muito calor, etc.).

Calendário Lunar que era utilizado por vários povos antigos

Para tal nossos antepassados olhavam para as estrelas, para saber em que época do ano estamos, com a intenção de terem conhecimento dos melhores momentos para o plantio. Podemos até dizer, que fomos forçados à criar os primeiros calendários, porque sem eles morreríamos de fome. Inclusive, os signos do Zodíaco (o seu signo, tipo peixes, aquário, câncer, touro, leão, etc.). Foi o nosso primeiro tipo de calendários, era só olharmos para o firmamento (céu) analisarmos qual é a estrela mais brilhante e aí saberíamos em qual época do ano estamos.

Calendário com base nas constelações do Zodíaco que é o motivo de você ter seu signo devido o mês do ano

Isso porque o Zodíaco nada mais é do que é uma faixa imaginária do firmamento celeste que inclui as órbitas aparentes da Lua e dos planetas Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno. As divisões do zodíaco representam constelações na astronomia e signos na astrologia. Veja abaixo os dias de cada constelação e a sua estrela mais brilhante. É com base nisso que devido à várias superstições de diferentes povos, eis que se formou o tal “HORÓSCOPO”com base no seu signo, que é referente ao mês de seu nascimento:

Mapa das Estrelas no inverno do hemisfério sul

Constelação, Período de Passagem, Dias de permanência do Sol e Estrela mais Brilhante
Áries 19 de abril a 13 de maio 25 dias Hamal
Touro 14 de maio a 19 de junho 37 dias Aldebaran
Gêmeos 20 de junho a 20 de julho 31 dias Beta Geminorum (Pollux)
Câncer 21 de julho a 9 de agosto 20 dias Al Tarf
Leão 10 de agosto a 15 de setembro 37 dias Regulus
Virgem 16 de setembro a 30 de outubro 45 dias Spica
Libra 31 de outubro a 22 de novembro 23 dias Zubeneschamali
Escorpião 23 de novembro a 29 de novembro 7 dias Antares
Ofiúco 30 de novembro a 17 de dezembro 18 dias Rasalhague
Sagitário 18 de dezembro a 18 de janeiro 32 dias Kaus Australis
Capricórnio 19 de janeiro a 15 de fevereiro 28 dias Deneb Algedi
Aquário 16 de fevereiro a 11 de março 24 dias Sadalsuud
Peixes 12 de março a 18 de abril 38 dias Eta Piscium

Daí então sabemos que para termos o ano novo, precisamos marcar o ano, precisamos de algum tipo de “calendário”, para sabermos quando estamos. Porém, de quem foi a ideia de colocar o dia 01 de Janeiro, como o primeiro dia do novo Ano? e por que?

Julio Cesar César o Imperador Romano que Criou o 1 de Janeiro o primeiro dia do ANO NOVO. Isso ocorreu no ano 46 depois de Cristo

Quem o fez foi o famoso Imperador Romano Julio César, que decretou em 46 antes de Cristo o dia 01 de Janeiro como Ano Novo.Ou seja, todo dia 1 de janeiro seria um ano diferente, isso foi desenvolvido para que ficasse mais fácil haver uma ordem cronológica das coisas.Hoje em dia o Calendário JULIANO foi substituído pelo Gregoriano. Mas o Calendário JULIANO ficou na Ativa por quase 1600 anos.

É importante recordarmos inclusive, que não é no mundo todo dia 01 de Janeiro o ano novo e nem estamos no ano de 2015 para todas as culturas, vide que cada um tem o seu calendários para este tipo de festividade, embora o mundo todo obedeça o calendário Gregoriano para agendamentos oficiais, eis que cada cultura tem o seu dia de comemorar o ano novo e tem até um ano diferente no calendário atual, como:

CHINA Quando – Fim de janeiro ou começo de fevereiro

Ano atual – 4713

Os chineses seguem o calendário lunar, elaborado com base no tempo que a Lua leva para dar uma volta em torno da Terra – cerca de 29 dias e 12 horas, mas também utilizam seu próprio calendário, baseado no zódiaco chinês. Antes da celebração, é tradição limpar a casa para afastar os maus espíritos. À meia-noite da virada, todos comem o guioza, um pastel típico. As festividades duram um mês e incluem desfiles e show pirotécnico

JAPÃO Quando – Do dia 1º ao dia 3 de janeiro

Ano atual – 2010

O Réveillon nipônico é um pouco adiantado (por causa do fuso horário), mas também é celebrado no dia 1º de janeiro. A diferença é que lá do outro lado do mundo, a festa dura três dias – um superferiado. Na virada, os japoneses costumam comer macarrão, que representa uma vida longa. Também vão a um templo para rezar e pedir boa sorte para o novo ano

JUDAÍSMO Quando – 1º dia do mês de Tishrei (meados de setembro)

Ano atual – 5776

Tishrei é o nome do primeiro mês do calendário judaico, no qual se comemora o Rosh Hashaná, o Ano-Novo judaico. A data é determinada pelas fases da Lua e é festejada durante dois dias com uma farta refeição. No banquete, carnes ensopadas e doces de frutas e mel, para atrair um ano doce

HINDUÍSMO Quando – 1º de março (sul da Índia), 1º de outubro (leste e no centro indiano) e 14 de abril (comunidade tâmil)

Ano atual – 2072

A Festa das Luzes, o Réveillon hindu, dura cinco dias. A comemoração incluiu lamparinas, incensos e fogos de artifício para afastar as forças do mal. O Ano-Novo hindu varia entre as regiões da Índia, dependendo do estudo dos astros, e celebra o retorno da deusa da prosperidade, Lakshmi

ISLAMISMO Quando – Diferente todos os anos

Ano atual – 1437

No ano de 622 d.C., Maomé deixa Meca e vai para Medina. A hégira, como o episódio ficou conhecido, determina o início do ano islâmico – ou 1º de Muharram. Durante a celebração, que dura dez dias, são realizados atos de compaixão e jejum. Como utiliza calendário lunar, a virada do ano é comemorada em datas diferentes todos os anos

FÉ BAHÁ’Í Quando – Entre 2 e 20 de março

Ano atual – 171

A religião, que teve origem na antiga Pérsia (atual Irã), segue um calendário astronômico que tem 19 meses com 19 dias. Em meados de março, os bahá’ís celebram o Ano-Novo. Um período antes da comemoração, eles se purificam espiritualmente e costumam fazer jejum, que só termina quando o Sol se põe – indicando o início do novo ano

WICCA Quando – 31 de outubro

Ano atual – 2016

Os praticantes da religião neopagã Wicca, difundida a partir da década de 1950, comemoram o fim de um ano e o começo de outro no último dia de outubro. Na data, são realizados rituais em altares para recordar aqueles que já morreram e eliminar as energias negativas. Velas, incensos, maçãs, vinho quente e pratos com abóbora e carne fazem parte da celebração

THELEMA Quando – 20 de março

Ano atual – V:i (ou 5º ciclo desde 1904, mais 1 ano)

A corrente celto-xamânica comemora o Ano-Novo no dia 20 de março, ou numa data próxima. A virada coincide com o Banquete pelo Equinócio dos Deuses, época em que o Sol passa de um hemisfério para o outro

Pode acreditarO Dia da Mentira surgiu na França, quando o Ano-Novo mudou de 25 de março para 1º de abril e, depois, para 1º de janeiro. Desde então, as pessoas começaram a sacanear uns aos outros

“FONTE das datas diferentes do ano Novo – Departamento de Geodésia da UFRGS; embaixada indiana; Comunidade Bahá’í do Brasil; Dicionário Hebraico-Português (Edusp, 1995); Casa de Bruxa – Universidade Livre Holística; Ordo Templi Orientis Brasil – Ordem do Templo do Leste/Ordem dos Templários Orientais”

Ou seja, o ano NOVO é novo apenas em nossa cabeça, sendo que é um fato meramente abstrato onde devemos saber que pode ser o ano novo o ano inteiro, bastando você se permitir renovar. E para provar isso, este texto mostra que já comemoramos o ano novo em diferentes datas, continuamos a fazer em diferentes culturas e isso prova que é apenas um fator psicológico e como somos Donos de Nós mesmos, devido ao livre arbítrio, tenhamos a consciência que podemos fazer à qualquer momento do ano um Ano Novo.

FELIZ 2018

E por Fim, lhes desejo Feliz Ano Novo em Várias Línguas:

Português

Feliz Ano-Novo!

Africana Voorspoedige nuwe jaar
Árabe Kul `am wa antum bikhair
Basco Urte Berri on
Bengali Shuvo noboborsho
Chinês (Cantonês) Sun nien fai lok
Chinês (Mandarim) Xin nian yu kuai
Tcheco Stastny Novy Rok
Dinamarquês Godt NytÅr
Holandês Gelukkig nieuwjaar
Esperanto Bonan Novjaron
Finlandês Onnellista uutta vuotta
Francês Bonne année
Alemão Ein glückliches neues Jahr
Grego Eutychismenos o kainourgios chronos
Hawaiano Hauoli Makahiki hou
Hebreu Shana Tova
Húngaro Boldog uj evet
Indonésio Selamat Tahun Baru
Italiano Felice Anno Nuovo or Buon anno
Japonês Akemashite Omedetou Gozaimasu
Coreano Sehe Bokmanee Bateuseyo
Laos Nyob Zoo Xyoo Tshiab
Latim Felix sit annus novus
Nigeriano Barka da sabuwar shekara
Norueguês Godt Nytt År
Filipino Manigong Bagong Taon
Polonês Szczesliwego Nowego Roku
Romeno La Multi Ani si Un An Nou Fericit
Samoano Ia manuia le Tausaga Fou
Espanhol Feliz año nuevo
Swahili Heri za Mwaka Mpya
Sueco Gott Nytt År
Thai Sawatdee Pi Mai
Vietnamita Chuc mung nam moi
Galês Blwyddyn Newydd Dda

Sobre o Autor

Ernani J. De M.M.

Ernani J. De M.M.

Redator do Kiau Notícias e outras coisas mais

Deixe um recado

error: O Conteúdo desta Matéria não pode ser Copiado sem Autorização