Destaque Últimas Notícias Variedades

O Dia do Trabalhador – 1 de Maio

O Dia Primeiro de Maio é a data que se comemora o dia do Trabalhador, aquele cidadão ou cidadã que trabalha. Como se trata de uma data internacional, muitos países realizam algum tipo de comemoração em prol desta categoria que tem em todo mundo. Mas alguns países comemoram o DIA DO TRABALHDOR em datas diferentes de 1º de Maio.

Ex-Presidente Artur Bernardes

No Brasil o dia 1º de Maior foi decretado pelo Presidente Artur Bernardes no ano de 1925, devido ao aumento da classe trabalhadora proveniente da Indústria, que estava crescendo no Brasil e em todo mundo no início do século XX (20), devido ao período de industrialização mais acelerado, onde houve um grande fluxo de pessoas do campo para as cidades, com a finalidade de trabalharem em algum tipo de industria ou comércio.

Primeiro, é importante saber que muitas pessoas acham que a palavra “TRABALHAR” que é proveniente do Latim, nasceu devido a um Instrumento de Tortura chamado de TRIPALIU “tri” (três) e “palus” (pau) – literalmente, “três paus”. Dizem que este instrumento deu origem a palavra trabalho devido ao fato que só os Escravos (que eram quem de fato trabalhavam) é que eram torturados por tão “cruel” instrumento. Ou seja, para alguns teóricos a origem da própria palavra trabalhar já é cruel e sangrenta.

Foto “Almoço no Topo de um Arranha-céu” (Lunch Atop a Skyscraper), uma das imagens mais famosas do século XX. A fotografia mostra 11 operários almoçando sentados sobre uma viga no 69º andar do RCA Building (que depois foi renomeado como GE Building), que faz parte do Rockefeller Centre, em Manhattan, Nova York. Feita pelo fotógrafo Charles C. Ebbets no dia 20 de setembro de 1932, a imagem foi publicada pela primeira vez no jornal New York Herald Tribune em 2 de outubro do mesmo ano

Já há outras pessoas(estudiosos) que dizem que o etimologia (origem) da palavra trabalho é devido a um antigo instrumento utilizado comumente pelos agricultores “feito de três paus aguçados, algumas vezes ainda munidos de pontas de ferro, no qual os agricultores bateriam o trigo, as espigas de milho, para rasgá-los, esfiapá-los”.

Inclusive, a comemoração da data no dia primeiro de maio no Brasil, Portugal e outros vários países se faz devido a Memória de um massacre que existiu na cidade de Chicago, justamente quando um grupo de trabalhadores iniciaram uma série de 3 manifestações que  principalmente reivindicavam a diminuição da jornada de trabalho de 13 para 8 horas diárias.

Quadro que retrata a Revolta na Praça Haymarket de Chicago (4 de Maio de 1886)

As manifestações Ocorreram  nos dias 01, 03 e 04 de maio de 1886, sendo que foi marcada uma greve geral nos Estados Unidos no dia -1 de maio, uma manifestação que teve tumulto no dia 03 de maio e a última manifestação no dia 4 que ocorreu o massacre matando 7 policiais, após pessoas da multidão terem jogados uma espécie de “coquetel molotov” que foi chamado de “bombas incendiarias”, contra policiais. Quando isso ocorreu a polícia abriu fogo contra os manifestantes, matando 12 desses; este episódio ficou conhecido como A Revolta de Haymarket.

Anarquistas que foram presos injustamente nos incidentes que ocorreram no mercado Haymarket

Ninguém nunca soube quem realmente jogou a bomba, mas 8 líderes das manifestações, que eram Anarquistas, foram presos e condenados a morte acusados de terem “MOTIVADO” a multidão a cometerem tão bárbaro crime, porém, da acusação principal que era que os próprios seriam os mandantes ou tinham eles mesmos jogado a bomba, nunca se provou. Dos 8, 4 foram executados, 1 cometeu suicídio na prisão e os outros 3 foram libertados 7 anos depois, quando o Governador da época conclui que todos eram inocentes e libertou os que ainda estavam vivos.

Foto de Integrantes da Segunda Socialista, em um Congresso em Amsterdam (Holanda) no ano de 1904

Devido a estes acontecimentos, a Segunda Socialista, que era um antigo movimento que visava divulgar o Socialismo Democrático pelo mundo e que organizava manifestações provenientes de Trabalhadores, principalmente das Indústrias e que viviam em grandes e médias cidades ao redor do mundo,  resolveu em 1889 na cidade de Paris (França) convocar manifestações pela Europa e outros continentes em Prol das 8 Horas de Jornada de Trabalho diárias. Sendo que a data escolhida foi 1º de MAIO em homenagem aos acontecimentos ocorridos em Chicago em 1886. A partir daí o dia primeiro de Maio foi marcado como  um dia simbólico onde todos os trabalhadores, mostram a sua força, porque a única força que move o mundo é o trabalho, seja ele na área que for.

Jornal de Sindicato do Rio de Janeiro mostrando como foi o Comício de 1 de Maio de 1924

Jornal de Sindicato do Rio de Janeiro mostrando como foi o Comício de 1 de Maio de 1924

E assim é a história do 1º de Maio; uma História de Lutas, Reivindicações, Bodes Expiatórios e bastante Sangue!

Mas que Comemora a Categoria que mais é necessária no Mundo Capitalista e Socialista, vide que sem trabalhadores, não haveria o MUNDO! Porque apenas com trabalho e trabalhadores é possível construir, fabricar e distribuir tudo o que conhecemos hoje em dia.

 

Quadro Capa Matéria: Denominado Operários. Artista: Tarsila do Amaral.
A Artista Tarsila do Amaral, de família muito rica, perdeu sua fortuna devido a grande Depressão de 1929, em 1931, vendeu quadros de sua coleção particular e viajou para a União Soviética, voltou 2 anos depois e em 1933 pintou este óleo sobre tela, dando o nome de operários.

Ficha Técnica do Quadro:

Autor: Tarsila do Amaral
Onde ver: Acervo do Governo do Estado de São Paulo
Ano: 1933
Técnica: Óleo sobre tela
Tamanho: 150cm x 205cm
Movimento: Modernismo

Sobre o Autor

Ernani J. De M.M.

Ernani J. De M.M.

Redator do Kiau Notícias e outras coisas mais

Deixe um recado

error: O Conteúdo desta Matéria não pode ser Copiado sem Autorização